Pesquisa no blog

terça-feira, 23 de março de 2010

Caso Particular

Quando se depara com uma situação em que as palavras são necessárias, elas simplesmente não saem. Tudo trava, as idéias não fluem, a capacidade de raciocínio é limitada e de sua boca não sai ruído algum.
No peito aquela sensação de palavras truncadas, no pé da goela aquele misto
de sensações e palavras teimam em ficar, mas por que não sair? o que as impede?
Será o olhar daquele a que tuas palavras são dirigidas?
Será o medo de magoar?
O que será que te impede de falar?
O que será?

Nenhum comentário:

Postar um comentário