Pesquisa no blog

domingo, 27 de setembro de 2009

Um corpo bóia no rio.
Pessoas olham de longe, assustadas.
Um homem se aproxima e com um pedaço de pau,
puxa.

O corpo ainda intacto e totalmente reconhecível
é de uma mulher, o homem parece reconhecer a pessoa.
Corre assustado para tirar da aguá.
Verifica se está mesmo morta.
Ao ver o rosto daquela pessoa, me parece familiar.

Afasto-me aos poucos, sem entender bem tudo aquilo,
mas com um estalar de dedos de alguém a minha frente,
lembro,
reconheço o rosto,
aquele rosto é o meu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário